Jovens criam protótipos de naves espaciais em super laboratório em parceria público-privada

Projeto beneficiado pelo CONDECA ajuda adolescentes em vulnerabilidade social a desenvolverem sua criatividade

imagem

Jovens criam protótipos de naves espaciais em super laboratório em parceria público-privada

imagem

Jovens criam protótipos de naves espaciais em super laboratório em parceria público-privada

imagem

Jovens criam protótipos de naves espaciais em super laboratório em parceria público-privada

imagem

Jovens criam protótipos de naves espaciais em super laboratório em parceria público-privada

imagem

Jovens criam protótipos de naves espaciais em super laboratório em parceria público-privada

imagem

Jovens criam protótipos de naves espaciais em super laboratório em parceria público-privada

O Laboratório de Criatividade Área 21, do Instituto Tellus, foi inaugurado oficialmente nesta quarta-feira, dia 10 de maio, e teve a presença do secretário de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo, Floriano Pesaro. O projeto é um dos beneficiados pela destinação de imposto de renda, por meio do CONDECA (Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente). O investimento total foi de R$ 1.080.800,00.

Os jovens do Instituto Ana Rosa, localizado na Vila Sônia e selecionado para receber essa primeira edição, tiveram como desafio criar soluções para salvar os habitantes da Terra. Eles fizeram protótipos de naves que poderão levar as pessoas a outros planetas; formas de comunicação interplanetárias; e vídeos em stop motion para contar sobre a possibilidade de vida fora da Terra. Além disso, os adolescentes estão criando maquete tátil, que poderão auxiliar deficientes visuais que queiram conhecer o laboratório e o Instituto Ana Rosa.

A proposta é atender, durante seis meses, 240 jovens de 14 a 17 anos em situação de vulnerabilidade social. As aulas foram iniciadas no dia 17 de abril. O espaço é voltado para experimentação e realização de projetos, ancorados nas práticas do universo maker, do “faça você mesmo”, que trabalha a aprendizagem aliada à tecnologia.

De maneira lúdica e divertida, os jovens resolvem desafios com o uso da tecnologia do Laboratório de Criatividade. Isso poderá aproximá-los das profissões do futuro e incentivá-los ao empreendedorismo e à busca pelo primeiro emprego.

No local há impressoras 3D, cortadora laser, câmera, smartphone e óculos de realidade virtual, além de computadores, tablets e outros equipamentos e ferramentas. A metodologia de ensino está pautada no desenvolvimento das chamadas habilidades do século XXI ou socioemocionais: criatividade, realização, colaboração, autoeficácia, pensamento crítico, comunicação, resiliência e empatia.

O secretário Floriano Pesaro ressalta o papel fundamental do terceiro setor na prestação de serviço para aqueles que mais precisam. “O Laboratório de Criatividade do Instituto Tellus é fruto do trabalho que fazemos no CONDECA. Os contribuintes, Pessoa Física e Pessoa Jurídica, podem destinar parte do imposto de renda para o Fundo Estadual para ajudar projetos sociais como este”, afirma.

O Laboratório de Criatividade Área 21 conta com a parceria do Governo do Estado de São Paulo, do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CONDECA) e da WeFab. As empresas Samsung, Fundação Telefônica, Mattos Filho destinaram seus impostos de renda, por meio do CONDECA, para viabilizar a realização do projeto.

 

Assessoria de Imprensa

Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social

Fone: (11) 2763-8323/ (11) 2763-8131/ (11) 95153-0010

socialsaopaulo@gmail.com

 

 

Voltar para o topo