Chef de cozinha Janaína Rueda visita Bom Prato de Santo Amaro

Proprietária do Bar da Dona Onça, do centro de São Paulo, foi convidada pelo secretário Floriano Pesaro, para conhecer o restaurante na sexta-feira (12/05)

imagem

Chef de cozinha Janaína Rueda visita Bom Prato de Santo Amaro

imagem

Chef de cozinha Janaína Rueda visita Bom Prato de Santo Amaro

imagem

Chef de cozinha Janaína Rueda visita Bom Prato de Santo Amaro

imagem

Chef de cozinha Janaína Rueda visita Bom Prato de Santo Amaro

imagem

Chef de cozinha Janaína Rueda visita Bom Prato de Santo Amaro

imagem

Chef de cozinha Janaína Rueda visita Bom Prato de Santo Amaro

A chef Janaína Rueda, dos restaurantes Bar da Dona Onça e Casa do Porco, almoçou no restaurante popular Bom Prato de Santo Amaro. O convite foi feito pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo, Floriano Pesaro.

“A renomada chef Janaína Rueda elogiou o Bom Prato por meio das redes sociais e, por isso, a convidei para conhecer o programa, que oferece diariamente mais de 85 mil refeições diárias no Estado de São Paulo”, afirma o secretário Floriano Pesaro.

A unidade de Santo Amaro comemorou 16 anos de existência com cardápio especial. Localizada na Rua Mario Lopes Leão, 685, na zona sul de São Paulo, serviu repolho especial, frango ao molho de laranja, farofa rica, gelatina de sobremesa e suco de uva.

O restaurante serve diariamente até 2.240 refeições no almoço, por R$ 1,00; e 300 no café da manhã, por R$ 0,50. Funciona de segunda à sexta-feira, das 7h às 9h, no café da manhã; e a partir das 10h30 até o término da cota diária no almoço. Crianças com até 6 anos tem a refeição gratuita.

O Bom Prato de Santo Amaro é um dos mais antigos restaurantes do programa. Inaugurado no dia 27 de abril de 2001, já serviu mais de 8 milhões de refeições. O Governo do Estado de São Paulo investiu mais de R$ 20 milhões para custeio das refeições e na infraestrutura da unidade.

“O resultado deste trabalho é visto no retorno positivo da população que aprova o Bom Prato como um importante equipamento social e como o maior e mais importante programa de segurança alimentar do País”, conclui Floriano Pesaro.

Sobre o Bom Prato

Criado há 16 anos, a rede de restaurantes populares oferta alimentação balanceada e de qualidade (almoço e café da manhã) com foco na população de baixa renda, idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade social.

No Estado de São Paulo, o Bom Prato é coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e atende diariamente mais de 85 mil refeições. Desde a inauguração em 2000, já serviu mais de 179 milhões de refeições e investiu mais de R$ 481 bilhões no programa.

Há 52 unidades em funcionamento, sendo 22 localizadas na Capital, nove na Grande São Paulo, seis no litoral e 15 no interior. O almoço tem custo de R$ 1,00. A alimentação é balanceada com 1.200 calorias, composta por arroz, feijão, salada, legumes, um tipo de carne, farinha de mandioca, pãozinho, suco e sobremesa (geralmente uma fruta da época).

Já o café da manhã é oferecido leite com café, achocolatado ou iogurte, pão com margarina, requeijão ou frios e uma fruta da estação. A refeição, de 400 calorias em média, custa R$ 0,50 ao usuário. Em setembro de 2011, o café da manhã foi implantado em todos os restaurantes.

 

Assessoria de Imprensa

Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social

(11) 2763-8323/8131

www.desenvolvimentosocial.sp.gov.br

 

 

Voltar para o topo