Governo de São Paulo repassa R$ 1,2 milhão para programas sociais de Carapicuíba

A cidade da Grande São Paulo recebeu recursos por meio do Fundo Estadual de Assistência Social (FEAS)

imagem

Governo de São Paulo repassa R$ 1,2 milhão para programas sociais de Carapicuíba, na Grande São Paulo

O secretário de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo (SEDS), Floriano Pesaro, repassou R$ 1.292.582,17 do Fundo Estadual de Assistência Social (FEAS) para a cidade de Carapicuíba. São 22 serviços socioassistenciais cofinanciados para a cidade. O repasse aconteceu junto à comemoração de aniversário de 3 anos do Bom Prato do município.

A cidade da região metropolitana de São Paulo deve aplicar a verba em serviços de acolhimento de crianças, adolescentes, idosos como também os equipamentos que atendem moradores em situação de rua.

“Isso nos dá a garantia de que, juntamente com o governador Alckmin, seguimos no caminho certo, no sentido de oferecer cada vez mais qualidade de vida para a população do Estado de São Paulo. Os recursos sociais liberados contribuirão nos programas sociais de Carapicuíba”, afirma o secretário Floriano Pesaro.

Sobre o Fundo Estadual de Assistência Social

Na hierarquia do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (SEDS) repassa recursos do Fundo Estadual ao Fundo Municipal para que sejam investidos em serviços, ações e programas socioassistenciais.

O repasse é realizado de acordo com as ações definidas no Plano Municipal de Assistência Social (PMAS). Com isso, as secretarias municipais de Assistência Social definem o cofinanciamento estadual.

Os serviços de Média Complexidade englobam o atendimento social nos Centros de Referência em Assistência Social (CREAS) onde os profissionais atendem as demandas sociais imediatas. Quando necessário, é feito o encaminhamento para os equipamentos da rede ou outros tipos de acolhimento.

Na Proteção Social Especial de Alta Complexidade está prevista a garantia de direitos para as famílias e indivíduos que sofreram algum tipo de violação ou estão com vínculos familiares rompidos.

No atendimento para moradores em situação de rua, o trabalho funciona por meio de serviços de abordagem, Centro de Referência Especializado em População em Situação de Rua e serviços de acolhimento.

 

Atenciosamente,

Assessoria de Comunicação e Imprensa
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo
Fone: (11) 2763-8131/ 8323

Email: socialsaopaulo@gmail.com

 

Voltar para o topo