Sem custo para o Estado, Bom Prato de Carapicuíba, é a quarta unidade a passar por reforma

Restaurante popular ganhou climatizadores, instalações de lâmpadas leds, piso de porcelanato, entre outras benfeitorias

O governador em exercício, Rodrigo Garcia, e a secretária estadual de Desenvolvimento Social, Célia Parnes, participaram nesta segunda-feira (23) da revitalização do Bom Prato de Carapicuíba, na Grande São Paulo. A unidade foi totalmente reformada para atender com mais conforto e segurança seus frequentadores.

Essa é a quarta unidade a ser revitalizada neste ano. A primeira foi a de Campos Elíseos (em junho), segunda foi do Brás (em setembro), e a terceira na cidade de Limeira (também em setembro).

No Bom Prato de Carapicuíba foram executados os seguintes serviços: a identidade visual, a instalação de 2 climatizadores, correção das imperfeições da parede e pintura interna e externa, colocação de piso em porcelanato; instalação de 20 lâmpadas tubular led, além de 8 luminárias em led com proteção na cozinha.

Todos os custos dessa reforma do Bom Prato de Carapicuíba foram exclusivamente absorvidos pela iniciativa privada, sem que o Governo de São Paulo aportasse recursos do tesouro estadual.

“Essa é mais uma parceria bem-sucedida liderada pelo governador João Doria com a iniciativa privada, envolvendo o empresariado em ações que visam beneficiar diretamente a população, especialmente aqueles que mais precisam da ajuda e do apoio do Estado”, falou a secretária Célia Parnes. Satisfeita com os trabalhos da reforma a secretária ainda destacou que o Bom Prato é um exemplo de gestão pública eficiente, obtida por meio de parcerias. “Não fazemos nada sozinhos. Nenhum governo trabalha sozinho. O desenvolvimento social depende da soma de esforços”, falou.

Nesta segunda-feira, o restaurante ofereceu o seguinte cardápio para seus frequentadores: Salada trio; prato principal: iscas suínas aceboladas; guarnição: macarrão ao sugo; sobremesa: maçã e suco de manga.

O Bom Prato de Carapicuíba oferece diariamente 1.500 refeições, sendo 300 cafés da manhã e 1.200 almoços (de segunda a sexta-feira). Desde a data de inauguração, (08/03/2014), foram servidas na unidade 2.032.583 refeições entre cafés da manhã e almoços.

Sobre o Bom Prato

Em atividade há 19 anos, o Programa Bom Prato, do Governo do Estado de São Paulo, foi criado em dezembro de 2000 com objetivo de oferecer, à população de baixa renda, refeições saudáveis e de alta qualidade a custo acessível.

No Estado de São Paulo, o Bom Prato é coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e serve diariamente mais de 93 mil refeições. O programa conta com 58 unidades em funcionamento, sendo 22 localizadas na Capital, 11 na Grande São Paulo, 8 no litoral e 17 no interior. O almoço tem custo de R$ 1,00.

A alimentação é balanceada com 1.200 calorias, composta por arroz, feijão, salada, legumes, um tipo de carne, farinha de mandioca, pãozinho, suco e sobremesa (geralmente uma fruta da época). O subsídio governamental é de R$ 4,70 para adultos e de R$ 5,70 para crianças com até 6 anos, que têm a refeição gratuita.

Já o café da manhã é oferecido leite com café, achocolatado ou iogurte, pão com margarina, requeijão ou frios e uma fruta da estação. A refeição, de 400 calorias em média, custa R$ 0,50 ao usuário. Em setembro de 2011, o café da manhã foi implantado em todos os restaurantes.

Desde a inauguração do programa Bom Prato, foram servidas mais de 235 milhões refeições e investidos mais de R$ 703 milhões entre custeio das refeições, implantação e revitalização das unidades.

Acompanhe pelo link, os endereços das 58 unidades do Restaurante Bom Prato em funcionamento na Capital, Grande SP, Interior e Litoral:

http://www.desenvolvimentosocial.sp.gov.br/a2sitebox/arquivos/documentos/2507.pdf

Assessoria de Imprensa Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo Fone: (11) 2763-8323/ (11) 2763-8131 socialsaopaulo@sp.gov.br

Voltar para o topo